Notícias

APIA, uma casa de miúdos e graúdos

“Quatro paredes caiadas,
Um cheirinho a alecrim,
Um cacho de uvas doiradas,
Duas rosas num jardim,
Um São José de Azulejo
Mais o sol da Primavera,
Uma promessa de beijos
Dois braços à minha espera
É uma casa portuguesa, com certeza!
É com certeza, uma casa portuguesa!”

(Uma casa Portuguesa letra de Reinaldo Ferreira e
Interpretação de Amália Rodrigues)

Ao longo de quatro décadas de funcionamento, a APIA celebra no ano que se avizinha 42 anos a acolher crianças, famílias e membros de uma comunidade pedagógica ativa e empenhada. Assumimos o compromisso de educar em duas versões distintas mas complementares: educar a criança como ser pleno, cidadão ativo de uma comunidade global em constante evolução e formar profissionais de mérito para que possam contribuir para a qualidade da Educação em Portugal e além fronteiras.

Nesta escola onde se aprende a crescer, miúdos e graúdos são desafiados a ir mais além, consolidando percursos, saberes e convicções. Todos são acolhidos por esta casa composta por profissionais dedicados à educação. Quer formando futuros educadores e auxiliares quer educando crianças, a nossa meta é a excelência ao serviço da educação.

Acreditamos que esta tarefa exige toda uma sinergia de pessoas e ideias. A pedagogia não pode ser encarada como uma arte individual daquele que ensina, mas como uma ciência de grupo profissional que domina um saber, um saber fazer e um saber específico. (Mesquita-Pires, 2007).

O quotidiano da APIA reforça a nossa convicção de que a pedagogia é uma ciência que requer alguma arte. É necessário um domínio científico para sistematizar os caminhos e a concretização dos objetivos, sensibilidade para perceber os olhares, os silêncios e a voz de cada criança e a arte para dar a melhor resposta possível. Para bem receber, crianças e formandos, a escola tem de ter uma identidade permanentemente consubstanciada numa “prática deliberada” e num modelo curricular que, para a nossa Instituição, é plenamente operacionalizado pelo Movimento da Escola Moderna.

Esta identidade exige uma reflexão contínua, uma entrega incondicional, humildade perante esta tarefa de gigantes e uma generosidade para dar tudo o que temos e o que somos. Nesta casa fazemos este exercício diariamente sempre que abrimos a porta às nossas 130 crianças, suas famílias e aos estagiários das principais escolas superiores de Educação nacionais. Numa perspetiva intercultural, que muito valorizamos, recebemos crianças e famílias oriundas de outras culturas e estagiários de outros países como a Noruega, Suécia e Itália ao abrigo do programa erasmus. Numa sociedade global em constante mutação é imperioso que as fronteiras se diluam e que se reflita sobre o que nos separa recuperando o que nos aproxima enquanto membros de uma comunidade pedagógica e, sobretudo, enquanto cidadãos do mundo.

Defendemos a visão de casa como repositório das nossas vivências emocionais e inteletuais. A casa espelha essa identidade assumindo também o papel de refúgio para o bem-estar físico, psicológico e social. A APIA é uma casa com alma, com uma memória e uma história de vida. É porque sabemos quem somos que estamos recetivos aos outros. Acolhemos todos com a alma lusitana. Temos uma herança de séculos e séculos de hospitalidade, um património de descoberta e de partilha de saberes e tradições além fronteiras. Somos uma casa portuguesa e recebemos com os braços abertos.

A Apia é uma escola portuguesa com certeza!
É com certeza uma escola portuguesa!

Anabela Valente
Diretora Pedagógica da APIA


Referências Bibliográficas:
Mesquita-Pires, C. (2007). Educador de Infância: Teorias e Práticas. Lisboa: Profedições.

Notícias

  • Em caso de emergência, nós sabemos o que fazer.

    Primeiros socorros pediátricos uma formação que nos veio relembrar como agir, em caso de emergência.

  • APIA, uma casa de miúdos e graúdos

    “Quatro paredes caiadas, Um cheirinho a alecrim, Um cacho de uvas doiradas, Duas rosas num jardim, Um São José de Azulejo Mais o sol da Primavera, Uma promessa de beijos Dois braços à minha espera É uma casa portuguesa, com certeza! É com certeza, uma casa portuguesa!”..

  • Formação na APIA

    O lugar do livro para a infância como estímulo do desenvolvimento e aprendizagem na creche.

A NOSSA ESCOLA

A APIA dá resposta a cerca de 130 crianças nas respostas educativas de creche e pré-escolar e tem acordos com a Segurança Social e o Ministério da Educação.

              

CONTACTE-NOS